Conecte-se conosco

Política

Áudios que podem comprometer Edvaldo são entregues à Procuradoria Eleitoral

Publicado

no dia



O cartório da 3a. Vara Criminal entregou à Procuradoria Eleitoral as mídias contendo conversas entre o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), e o dono da Empresa Torre, José Antônio Torres Neto.

Os investigadores do Deotap constataram que o proprietário da Torre realizou saques suspeitos, no valor de R$ 4 milhões, junto com contatos telefônicos com o então prefeito Edvaldo. Suspeita-se que o dinheiro sacado teria sido usado na campanha de Edvaldo.

O valor foi retirado na boca do caixa, e confirmado pelo Coaf, órgão de administração financeira que atestou a movimentação feita por Antônio Torre. Eunice analisará as provas e deverá ouvir tanto o prefeito quanto o empresário sobre a movimentação financeira um dia antes das eleições.

COMENTE!
Publicidade

Política

Deputado Fábio Reis passa bem após ser submetido a cirurgia cardíaca

Publicado

no dia

(Foto: Reprodução / Internet)


O deputado federal de Sergipe, Fábio Reis (PMDB), passou por um procedimento cirúrgico na manhã desta quinta-feira (19/10), no Hospital do Coração, em Brasília, após a detecção de um problema cardíaco.

De acordo com a assessoria de comunicação do deputado, o procedimento durou uma hora e trinta minutos, sem nenhuma intercorrência. Fábio passa bem e permanecerá na UTI para acompanhamento pós cirúrgico até sexta-feira (20/10).

COMENTE!
Continue Lendo

Política

Deputado Fábio Reis é internado para passar por cirurgia

Publicado

no dia

(Foto: Reprodução / Internet)


O deputado federal de Sergipe, Fábio Reis (PMDB), deu entrada no centro cirúrgico do Hospital do Coração, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (19/10).

De acordo com a assessoria, foi diagnosticada a necessidade de uma cirurgia cardíaca. A imprensa será informada sobre o resultado da cirurgia assim que for finalizada.

COMENTE!
Continue Lendo

Política

Senadores que votaram a favor de Aécio respondem a inquéritos

Publicado

no dia



Os dois senadores de Sergipe que votaram pelo retorno de Aécio Neves ao Senado, Eduardo Amorim (PSC-SE) e Maria do Carmo (DEM/SE), respondem a inquéritos.

Eduardo Amorim

Investigado no inquérito 2867, que apura a prática de crimes contra a Lei de Licitações e improbidade administrativa. De acordo com o senador, a investigação recai sobre uma licitação para compra de medicamentos para hospital público de Sergipe quando ele comandava a Secretaria Estadual de Saúde.

Ainda segundo o senador, tanto o Ministério Público quanto o Tribunal de Contas do Estado defendem o arquivamento do processo.“Como médico, tive de escolher entre fazer as licitações com urgência ou deixar os pacientes morrerem. Optei pela vida”, declarou.

Também é investigado no inquérito 4438, aberto com base nas delações da Odebrecht. A suspeita é de que recebeu, junto com a também senadora Maria do Carmo (DEM-SE), doações ilícitas da empreiteira. O relator do inquérito, Edson Fachin, solicitou à PGR que se manifeste sobre a eventual prescrição dos crimes.

Maria do Carmo

Inquérito 4438, aberto com base nas delações da Odebrecht. A suspeita é de que o marido dela, o ex-governador João Alves, pediu à empreiteira doação, via caixa dois, para ela e o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE). O relator do inquérito, Edson Fachin, solicitou à PGR que se manifeste sobre a eventual prescrição dos crimes atribuídos à senadora.

Com informações do Congresso em Foco

COMENTE!
Continue Lendo
Publicidade

Últimas Notícias

Facebook

Mais Lidas