Após prisão de filha e condenação de filho, ex-prefeito e senadora já podem pedir música no Fantástico – Jornal de Sergipe

Após prisão de filha e condenação de filho, ex-prefeito e senadora já podem pedir música no Fantástico

Publicado no dia .


Ana Alves, filha do ex-Prefeito João Alves Filho e da senadora da República Maria do Carmo Alves, e Presidente do DEM em Sergipe, foi presa em cumprimento de ordem judicial, na sede do Ministério Público Estadual, pelos Promotores de Justiça do GAECCO e equipe policial da DEOTAP.

Ela é investigada por participação em peculato, formação de organização criminosa e obstrução de investigação, crimes previstos na Lei 12.850/2015. Há informações e indícios de que ela praticou atos graves na tentativa de induzir declarações e depoimentos de investigados e testemunhas no curso das investigações do Ministério Público, o que motivou sua prisão preventiva.

João Alves Neto, filho do casal, foi condenado recentemente em operação da Polícia Federal

Recentemente a juíza federal telma Maria Santos Machado condenou 10 réus da Operação Navalha. Esquema criminoso que desviou recursos públicos dos governos federal e estadual. Os crimes denunciados foram os de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva e formação de quadrilha referente ao desvio de mais de R$ 178 milhões das verbas de duplicação da adutora do Rio São Francisco. Entre os condenados está JOÃO ALVES NETO, filho do ex-governador de Sergipe, João Alves Filho, e da senadora Maria do Carmo (DEM/SE). Em 2013, João Alves Filho deu entrevista à imprensa dizendo que ganharia uma “polpuda indenização” após o STF acatar a denúncia do Ministério Público Federal (MPF). À época, João disse que a prisão do filho não passava de perseguição política. A sentença cabe recurso.

COMENTE!