Take a fresh look at your lifestyle.

Belivaldo Diz Que Despesa Do Huse É De R$ 45 Milhões E Desabafa: “Refeitório É Uma Imundície”

O governador Belivaldo Chagas (PSD) parece não ter gostado nada do que viu no relatório feito por uma empresa que fez uma análise da gestão do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), e demonstrando irritação, afirmou que “o refeitório do Huse é uma imundice”, desabafou o governador em reunião com a direção do hospital.

Durante a reunião que teve com os diretores, Belivaldo afirmou ainda que o valdor da conta de água no hospital, chega a quase meio milhão de reais. “Não da para ver recursos sendo jogados fora. É quase meio milhão. Colaboradores existentes do Huse. Enxergo isso como número extremamente expressivo. Falta gente para certas áreas e sobra em outras mais. Há quem diga que a gente faça um custeio equivalente a cinqüenta por cento do que está se gastando hoje. Porque ai é gasto. Porque investimento quando se utiliza recurso de forma correta”, explicou o governador.

Ao falar sobre o consumo de água, Belivaldo foi duro ao afirmar que “eu faço gestão, eu não faço política. Eu sento com todos os secretários. Eu discuto o dia a dia de todos os órgãos. Eu vou ao fundo até mesmo para discutir o consumo de combustíveis. E aqui a gente chega a conclusão de que o Huse tem uma conta de de 450 mil reais por mês de consumo de água e isso não pode continuar”, avisou Belivaldo Chagas.

Durante a  sua fala, Belivaldo foi claro ao dizer que é preciso gestão. “É preciso gestão e gestão é colocar o dedo em tudo sim. A gente tem discutido isso e ei estou assistindo aqui o slides do antes e depois da unidade de tratamento de queimados. O que era e o que é hoje. Já mudou porque começamos a colocar o dedo”, afirmou.

Mas o que chamou a atenção dos presentes, foi quando o governador se referiu ao refeitório do Huse, onde ele classificou como “imundície”. “Vamos mudar, porque já começamos a colocar o dedo. O que é o refeitório do Huse. Os servidores estão aqui devem saber do que estou dizendo. Uma imundície. E para que é que tem contrato. O contrato existe e a manutenção correta não está sendo feita. Eu coloco o dedo sim porque eu me comunico com os servidores dessa casa via whatsapp e não é para fazer fofoca não. É para trabalhar e quem tiver meu celular que mande. Eu estou no governo a cinco meses. Eu faço a conta do dia em que o povo de Sergipe me elegeu governador”, disse.

Belivaldo explicou também “assumi o governo no ano passado e conclui o governo de qual participava, mas vice é vice e eu respeitava o governador, sugeria, tinha  sugestões acatadas em alguns momentos e em outros não. Ele fez o governo dele e eu quero fazer o meu ao lado de minha vice-governadora assim como acato sugestões de minha vice-governadora quando tem que acatar e quando não da, a gente discute”, disse ao explicar o motivo da chamada de atenção.

Ao final, Belivaldo Chagas afirmou que “estamos trabalhando em todas as áreas do governo, mas eu abracei a causa da saúde porque mexe com gente, mexe com vida e não da para ver recurso sendo jogado fora. Nós estamos com custeio altíssimo dento do Huse, cerca de 45 milhões de reais. Vou passar um pente fino como tem que ser feito, porque eu quero é sobra de recursos para melhorar o atendimento”, avisou o governador.

Colaborou com informações a radialista magna Santana

Munir Darrager/faxaju

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI