Take a fresh look at your lifestyle.

“Isso aí é um autoritarismo”, diz ex-Ministro do STJ sobre Moro destruir provas




O ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) falou sobre a decisão do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, após ele ter avisado as autoridades vítimas de hackers que suas mensagens capturadas seriam destruídas.

“Isso aí é um autoritarismo em nome da proteção de autoridades. O Ministério da Justiça está atuando como investigador, como acusador e como próprio juiz ao mandar destruir provas, se é que isso é verdade. Eu não estou acreditando ainda”, disse Dipp à Folha.

Para Dipp, a destruição de provas só pode ocorrer com autorização da Justiça e defendeu a abertura de um inquérito para apurar o caso antes que isso seja feito.

Para ele, Moro dizer a autoridades que vai se desfazer do material coletado pelos hackers “chega a ser ingenuidade”. Ele vê no descarte do material um prejuízo para as investigações e para a defesa dos acusados.

“Estamos vivendo num país surreal. Antes o STF acusava e julgava, agora eu estou vendo que o Ministério da Justiça esta fazendo isso também. As instituições brasileiras estão altamente vulneráveis e por atos arbitrários, seja quem for os que praticam. É estarrecedor”, afirmou.

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI