Conecte-se conosco

Saúde

Pacientes que lutavam contra câncer morrem a espera de tratamento

Publicado

no dia



Dois pacientes oncológicos que lutavam contra o câncer morreram desde que as sessões de radioterapia foram interrompidas, no último dia 15 de janeiro. Um problema no aparelho resultou na interrupção do tratamento.

Para a Infonet, a presidente do Grupo Mulheres de Peito, Sheila Galba, informou que 40 pacientes ainda aguardam uma solução por parte do Hospital. “Dois pacientes já faleceram, e aí a gente pergunta: será que isso não aconteceu porque o câncer se agravou nesse período?”, questiona.

No Facebook, uma postagem foi publicada no Grupo Mulheres de Peito: “30 dias e a máquina de radioterapia do Hospital Cirurgia continua quebrada”.

Em nota, a assessoria de Comunicação do Hospital Cirurgia informou que “a chegada do engenheiro responsável pelo conserto e manutenção da máquina de Radioterapia está prevista para amanhã, a fim de que possa ser feita a substituição da válvula que faz o controle do fluxo de água para a emissão dos feixes, e assim o problema seja resolvido”. Sobre a Quimioterapia, assessoria informou que “houve um bloqueio financeiro de 400 mil reais pelo Ministério Público do Trabalho, o que inviabilizou o pagamento à Clínica terceirizada, responsável pelo tratamento dos pacientes. O Jurídico do Hospital está tentando o desbloqueio para que possam ser regularizados os pagamentos dos prestadores, inclusive da Clínica”.

Deixe seu comentário
Publicidade
Publicidade

Facebook

Mais Lidas