Take a fresh look at your lifestyle.

MAIS UM CASO DE RACISMO: Turista francês diz“a macaca vai chamar o macaco maior”

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Atendimento aos Grupos Vulneráveis (DAGV), investiga o caso registrado na manhã desta sexta-feira, 10, em que a funcionária de um hostel da capital foi vítima do crime de injúria racial por um turista francês.

O caso ocorreu quando um cliente do estabelecimento comercial seguiu até a recepção do hostel e informou que queria estender o tempo de hospedagem no local. A funcionária informou que não havia vaga para o período a mais desejado e que inclusive já havia passado essa informação ao hóspede por telefone, e-mail e aplicativo de mensagem instantânea.




Insatisfeito e exaltado, o hóspede gritou com a funcionária a seguinte frase:

“Você não sabe ler, você é burra, não sabe interpretar, você não deveria estar aqui e sim limpando o quarto”.

A funcionária, que se autodeclara de pele parda, informou que chamaria o proprietário do estabelecimento comercial para relatar as ofensas e o ocorrido. O turista, ainda exaltado, completou: “A macaca vai chamar o macaco maior”.

Como resultado, a Polícia Militar foi acionada. O hóspede, de pele branca e olhos claros, ainda tentou fugir do local, mas foi detido em via pública e encaminhado à delegacia.

No DAGV, o suspeito pagou fiança no valor de R$ 1.000,00 e responderá em liberdade pelo crime de injúria racial contra a funcionária e o proprietário do hostel. As investigações estão sendo conduzidas pela delegada Meire Mansuet, da Dachri.

SSP

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI