1ª Mulher trans eleita vereadora de Aracaju denuncia ameaças após resultado

Veja também

A vereadora eleita por Aracaju, Linda Brasil (PSOL), denunciou na manhã desta terça-feira (24) ao Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) as ameaças que vem sofrendo desde que foi eleita, no último dia 15 de novembro.

Linda Brasil será a primeira mulher trans a ocupar um cargo político em Sergipe, após ser a mais bem votada pelos eleitores da capital.

A denúncia feita por linda Brasil e  divulgada pelo G1 Sergipe, diz que “são ataques que vão de encontro a minha integridade moral, deslegitimando a minha condição de mulher e ainda mais me chamando de demônio. Coisas que contribuem para a violência contra toda a população LGBTQ+, principalmente das mulheres trans e travestis, que já são tão marginalizadas nessa sociedade”, disse a vereadora eleita.

Ainda durante a entrevista, Linda Brasil afirmou estar receosa sobre possíveis riscos a sua integridade física e que não pretendia tornar público e nem relatar  as ameaças. “Eu não queria estragar esse momento tão importante para a política de Sergipe. Um fato histórico que teve uma visibilidade, mas também trouxe esses comentários, essa perseguição transfóbica, que eu já vinha sofrendo, desde a universidade, mas com esse feito acabou sendo mais forte. Sendo perigoso não só pra mim, como vereadora, mas para toda a comunidade, porque isso pode provocar comportamento de fanáticos, de pessoas que já não aceitam pessoas como eu ocupando esses espaços na sociedade”, contou Linda Brasil.

Também ao G1, a delegada da DAGV, Meire Mansuet, confirmou o registro da ocorrência e disse que vai iniciar as investigações para apurar a autoria dos crimes de racismo transfóbico.

*Com informações do FAxaju

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI

Related Posts

Próxima Notícia

Últimas Notícias

Bem-vindo!

Entre em sua conta abaixo

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Recupere sua senha

Digite o nome de usuário ou e-mail para recuperar a senha