Conecte-se conosco

Cultura

Orquestra Jovem de Sergipe participa do 9º Festival Internacional Sesc de Música

Publicado

no dia

Entre os dias 14 e 25 de janeiro, o Rio Grande do Sul recebe novamente um dos maiores eventos de música de concerto da América Latina, o 9º Festival Internacional Sesc de Música. A edição contará com 49 professores de 14 nacionalidades, além de profissionais de várias regiões brasileiras. Sergipe estará presente com a Orquestra Jovem Sesc que realiza duas apresentações gratuitas durante o evento: no dia 14 de janeiro (segunda-feira), às 17h, na Bibliotheca Pública Pelotense, e no dia 21/01, às 19h, na Igreja São José – Bairro Fragata. A atração faz parte das atividades do Festival na Comunidade, que contará com mais de 20 apresentações em espaços da cidade, como hospitais, asilos, igrejas, praia e até zona rural.

Durante duas semanas, serão oferecidos em Pelotas, na zona sul do Estado, 60 espetáculos gratuitos, entre concertos, recitais e apresentações na comunidade, além dos 24 cursos disponíveis que vão reunir cerca de 380 alunos de estados e países diferentes. A expectativa é reunir cerca de 500 profissionais da música, entre professores, alunos, músicos e técnicos. A música estará presente nos mais variados espaços de Pelotas e tanto visitantes quanto a comunidade local vão vivenciar 12 dias especiais de cultura. De acordo com o gerente de Cultura do Sesc/RS, Silvio Alves Bento, a programação deste ano tem como um dos objetivos envolver a todos em uma consciência de pertencimento e uma atmosfera de emoção. “O festival é feito com pessoas e para pessoas. O sucesso desse projeto reside justamente nessa apropriação que a comunidade de Pelotas fez. O sentido de toda ação cultural está nessa troca, nessa construção de relações que tem a música como elo. O que fortalece o festival de música de Pelotas é justamente o carinho e o acolhimento que se estabeleceu desde a primeira edição”, comenta Silvio.

Nesse sentido de conexão, em 2019 o slogan do evento “O lado doce da música” também quer valorizar a comunidade anfitriã. “É uma homenagem ao reconhecimento da tradição doceira como Patrimônio Imaterial do Brasil, título concedido pelo IPHAN a Pelotas, e desse modo criando esse link entre o doce e a música, sendo o festival um importante momento para fortalecer nacionalmente e internacionalmente os aspectos culturais e turísticos de Pelotas”, explica Bento.

Outra novidade deste ano é a implementação do Choro na grade de cursos, dando mais espaço para o aprendizado de violão, acordeon, bandolim e cavaquinho, além dos sopros e a percussão. No ano anterior, o choro estava inserido na modalidade de oficina com menor duração. Mas devido ao alto interesse dos alunos a oficina foi transformada em curso e terá duração integral, conforme os outros cursos do Festival. Além deste, também são realizados os cursos de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, oboé, clarinete, fagote, trompa, trompete, trombone tenor, trombone baixo, tuba, eufônio, saxofone, harpa, percussão, violão clássico, piano, composição e canto lírico. Completam a programação do evento os ensaios e Recitais de Música de Concerto, Música de Câmara, Prática de Orquestra e Prática de Banda Sinfônica. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas no site www.sesc-rs.com.br/festival.

Entre os destaques da programação, está o concerto de abertura, no dia 14 de janeiro, com a Sphaera Mundi Orquestra. O coletivo se apresenta às 20h30, no Theatro Guarany e conta com a presença da solista argentina Lucia Luque, no violino. No mesmo dia, às 18h, também acontece o tradicional Cortejo Musical, com saída em frente ao Mercado Público, seguindo pelo calçadão das ruas Andrade Neves, Sete de Setembro e XV de Novembro. Toda a comunidade é convidada a seguir o cortejo que reunirá músicos envolvidos no festival e já a partir deste momento transforma a atmosfera da cidade com mais arte e emoção. Confira a programação completa abaixo.

A realização do Festival é do Sistema Fecomércio-RS/Sesc com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Pelotas e apoio cultural da Universidade Federal de Pelotas, Universidade Católica de Pelotas, Faculdade Senac, Bibliotheca Pública Pelotense, Unisinos, OSPA, Expresso Embaixador, Biri Refrigerantes, Ecosul e Café 35.

INGRESSOS GRATUITOS – A retirada de ingressos antecipados é necessária apenas para os espetáculos que ocorrerão no Theatro Guarany. A organização sugere a doação de 1kg de alimento não perecível (alimentos que serão direcionados a entidades sociais cadastradas no Programa Mesa Brasil Sesc). Cada pessoa poderá retirar um par de ingressos por apresentação, conforme cronograma: nos dias09, 10, 11, 14, 15, 16/01 podem ser retirados ingressos para espetáculos de 14, 15, 16/01; Nos dias 14, 15, 16, 17, 18, 19 e 21/01, para espetáculos de 17, 20 e 21/01; E nos dias 17, 18, 19, 21, 22, 23 e 24/01, para espetáculos de 22, 23 e 24/01. Os ingressos serão distribuídos na Bilheteria do Theatro (Rua Lobo da Costa, 489), de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e 13h30 às 18h30.

Sobre o Sesc/RS – Com sete décadas de atuação no Brasil e no Rio Grande do Sul, a Instituição pertencente ao Sistema Fecomércio-RS realiza ações em 100% dos municípios gaúchos, promovendo o bem-estar social de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e de toda a comunidade. Todas as 497 cidades gaúchas recebem atividades sistemáticas em áreas como a saúde, esporte, lazer, cultura, cidadania, turismo e educação. Atualmente, a estrutura da Instituição conta com 43 Unidades Operacionais Sesc e 20 Unidades Sesc/Senac.

Via Assessoria de Imprensa Sesc/RS.

Deixe seu comentário
Publicidade
Publicidade

Facebook

Mais Lidas