Take a fresh look at your lifestyle.

Registro da gravação da portaria confirma que porteiro mentiu sobre ligação para Bolsonaro

Um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro pediu autorização ao condomínio para ter acesso a censura das ligações feitas pela portaria no dia da morte da vereadora Mariele.




Com um vídeo postado no twitter, apresentando os dados gravação, o vereador Carlos Bolsonaro mostrou que a ligação não foi feita para a casa do presidente Bolsonaro e sim para o apartamento de número 65.

No mesmo horário em que o porteiro afirmou ter ligado para a residência número 58, foi de fato para uma outra casa que, segundo o filho do presidente, seria a moradia do Ronnie Lessa, suspeito da morte da vereadora.

Confira o vídeo e o teor da conversa pelo interfone:

Por Welder Ban | Política a Jato

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI