Take a fresh look at your lifestyle.

Universitários pagam cerca de R$ 380 mil e acusam empresa de calote às vésperas da formatura

Os estudantes relataram que foram pagos R$ 380 mil a empresa e não houve o repasse de cerca de R$ 240 mil aos fornecedores.

Cerca de 60 estudantes do curso de direito da Universidade Tiradentes (Unit) relataram terem sido vítimas de um golpe. O caso foi parar na delegacia e um Boletim de Ocorrência foi registrado pela comissão que representa os estudantes contra a empresa Kgb Formaturas e Eventos, contratada para realizar a formatura dos universitários. A empresa não teria repassado cerca de R$ 240 mil aos fornecedores.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência registrado na 1ª Delegacia Metropolitana de Aracaju, a formatura estava programada para começar no dia 20 e seguiria até o próximo sábado (25), mas os estudantes alegam que foram vítimas de um calote e não há previsão para a realização da formatura no período previsto.

Ainda segundo as informações do Boletim de Ocorrência, os fornecedores procuraram a comissão de formatura para informar que o prazo para o pagamento foi ultrapassado e que não haviam recebido. Dessa forma, não haveria tempo o suficiente para a realização do evento.

A comissão apresentou notificação Extrajudicial, dando prazo para a empresa Kgb Formaturas e Eventos quitar pelo menos três fornecedores, o que não ocorreu. Durante uma reunião com representantes da empresa um acordo foi firmado, estendendo-se o prazo para a comprovação de pagamento dos fornecedores até o dia 14, mas não foi cumprido.

O Jornal de Sergipe tentou contato com a empresa citada no Boletim de Ocorrência, mas até o momento não obteve êxito. O Jornal permanece à disposição para esclarecimento pelo e-mail: [email protected]

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI