Take a fresh look at your lifestyle.

“Mais uma falha de segurança”, diz Carlos Bolsonaro sobre suicídio de empresário




O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, demonstrou preocupação com a segurança do seu pai, o presidente da República Jair Bolsonaro, depois que um empresário se matou na frente do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas durante um evento realizado em Aracaju (SE).

“Mais uma falha de segurança. Seria bom a segurança do Presidente ficar mais atenta”, escreveu Carlos Bolsonaro, no Twitter.

 

Entenda

O empresário e presidente da Escurial, Sadi Paulo Castiel Gitz, cometeu suicídio durante a abertura do ‘Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe’ na manhã desta quinta-feira (04), no Radisson Hotel, em Aracaju (SE).

As informações dão conta que no momento o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, discursava quando  o empresário falou “Belivaldo você é um grande mentiroso” e logo em seguida atirou contra a própria boca.

A fábrica de cerâmica Escurial, que deu início ao processo de hibernação no mês de maio, informou que o preço cobrado pelo gás seria um dos motivos da hibernação.

Nota do Governo
“O governo do estado de Sergipe lamenta o ocorrido com o empresário Sadi Gitz, da cerâmica Escurial, que cometeu suicídio durante o evento. Por conta do ocorrido, o Simpósio de Oportunidades para o novo cenário do gás natural em Sergipe está cancelado.”

 

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI