O Partido dos Trabalhadores realizou reunião de líderes no sábado (07) para discutir posse dos presidentes dos diretórios municipais e estadual, além de discutir as eleições municipais do próximo ano. Ficou definido que no dia 10 de janeiro haverá uma outra reunião para laçamento de candidatura própria a prefeito de Aracaju.

O vice-presidente nacional do PT, Marcio Macedo, já colocou o seu nome à disposição e é, no momento, o único que o PT tem para apresentar como pré-candidato, para ser definido através de Congresso do partido, para oficialização. Márcio Macedo vem trabalhando a sua pré-candidatura já há algum tempo e tem conversado com com lideranças partidárias de Aracaju e demonstra interesse em tentar o mandato.




Há comentários sobre a candidatura da vice-governadora Eliane Aquino à prefeita da Capital, mas até o momento ela não se manifestou sobre a disposição de disputar a sucessão de Edvaldo Nogueira, mas ainda há tempo para que isso aconteça, mesmo depois do anunciou do nome de Márcio Macedo.

Mesmo em caso de lançamento de candidatura a prefeito de Aracaju, dia 10 de janeiro, o Partido dos Trabalhadores continuará discutindo a possibilidade de manter-se na base aliada, com apoio à reeleição de Edvaldo Nogueira, com a indicação do vice. Aliados de Márcio admitem que isso está fora de discussão e acham que o partido tem que disputar posições majoritárias no Estado, a começa da Prefeitura de Aracaju.

Também em janeiro o Partido dos Trabalhadores vai reunir liderança de todo o Estado, para definir candidaturas às Prefeituras do interior, em cidade onde a sigla não fará aliança.