Take a fresh look at your lifestyle.

Idosa passa horas dentro de viatura da Samu esperando vaga e família sofre com falta de notícias

O fato ocorreu no último sábado e desde então a família não obtém notícias sobre idosa que está internada na ala vermelha do Huse

De acordo com a família uma idosa de 69 anos sofreu queda da própria altura três semanas atrás e acabou batendo a cabeça. Mas não foi encaminhada para o Hospital.

Já no último dia 27 a senhora foi levada pra o Nestor Piva com a pressão alta, onde foi controlada.

No hospital foram feitos exames, inclusive do coração onde não foi constatado nenhum tipo de problema e mais uma vez a idosa foi mandada para casa. No dia seguinte a idosa voltou a passar mal e dessa vez foi encaminhada para UPA do Augusto Franco, onde foi feito um exame de Covid-19 tendo como resultado negativo.

Nos dias seguintes a idosa teve febre e dificuldade para respirar, foi aí então que no último sábado,03, a família acionou a SAMU, que ao chegar no local verificou que a satura da idosa estava em 45 e colocaram no oxigênio. De acordo com a filha da idosa, a enfermeira que atendeu a ocorrência entrou em contato com a base, pois desconfiava que a idosa estava com sintomas de Covid-19, onde precisou que outra viatura com médico e enfermeiros atenderiam a idosa.

A família relata ainda que a outra equipe demorou em torno de 2h para chegar no local, onde ao chegar foi constatado que a paciente teria que ser intubada, processo que durou em torno de 1h.

Ao chegar no João Alves a paciente ficou mais algumas horas esperando uma vaga até encontrar uma na ala vermelha. A reclamação da família é que desde então foi informado que a paciente está em estado grave/estável, porém sem acesso nenhum a mais informações sobre a idosa.

Tentamos entrar em contato com o HUSE para saber o porquê a família está impedida de obter notícias da idosa, mas não tivemos êxito.

Matéria em atualização

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI