Take a fresh look at your lifestyle.
Banner Hamlet Jornal de Sergipe

Morre Dona Maria, paciente que lutava contra o câncer e ficou 3 meses sem remédio

A negligência do poder público de Sergipe faz mais uma vítima. Dívida da Prefeitura de Aracaju com o hospital chega a mais de R$ 8 milhões.

Morreu na madrugada dessa segunda-feira (07/11), Dona Maria José Barreto, 58 anos, integrante do grupo Mulheres de Peito. Ela teve o tratamento de câncer interrompido. O caso de Dona Maria foi destaque no Profissão Repórter da Rede Globo. A paciente lutava contra câncer de pulmão há um ano e realizava o tratamento no Hospital Cirurgia em Aracaju.

Dona Maria ficou três meses sem receber medicamento. De acordo com o hospital, a falta de medicamentos é provocada pelo atraso no repasso das verbas. O cirurgia recebe dinheiro dos governos municipal, estadual e federal. Segundo o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde de Sergipe, o repasse está em dia. Já a Secretaria Municipal da Saúde não se pronunciou.

O grupo Mulheres de Peito divulgou nota. “De forma muito serena, como nos disse sua filha e brava companheira, nos deixou DONA MARIA JOSÉ. Que Deus nos dê essa serenidade, suavidade e elegância tão peculiar à senhora, para aliviar nossa revolta da forma como foste tratada…de como outros estão sendo tratados. Que a sua partida sirva para tocar o coração nada sereno dos que preferem alimentar o seu poder, a sua ambição, pois saúde não dá voto – só o dinheiro desviado, saúde não dá espetáculo- só a miséria humana, que o político necessita, não dá a dependência de uma ambulância velha para trazer do interior para a capital, não dá a necessidade de um prato de comida em uma casa de apoio, não dá o assistencialismo bizarro que alimenta os opulentos de poder. Descanse em paz e um dia nos encontraremos, elegante senhora. Elegante em todos os sentidos, principalmente no mais nobre – de Espírito”.

DEIXE SUA OPINIÃO AQUI